Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vã Idade

Gaveta para texto típicos da idade: (va)idade, (in)genuidade, (in)felicidade, (i)maturidade e...

Gaveta para texto típicos da idade: (va)idade, (in)genuidade, (in)felicidade, (i)maturidade e...

Vã Idade

12
Nov19

É preciso sorte com a Aldeia

Vera Tecla

Há momentos na vida que nos recordam como somos apenas um grão de pó neste vasto universo.

Nos momentos difíceis, se deixarmos o Universo decidir ganhará sempre...o grão mais forte.

Não é por acaso, que entre os maiores agressores estão os próprios familiares. E deve ser por isso que há grãos de pó que preferem a solidão.

Sentem-se mais protegidos. Mas não estão...

E é aí que se vê o valor da Aldeia.

Há outros grãos que se sentem invulneráveis mas também não o são. Pedem que cada um trate de si!

Até que chega o dia...em que se servem da Aldeia.

A Aldeia é feita de nuvens destes grãos de pó estelar. São nuvens imperfeitas. Irregulares. Instantâneas.

A Aldeia somos todos nós.

E é preciso toda uma Aldeia para educar um recém-nascido com “sorte”.

Créditos Finais

Obrigada à progenitora sem-abrigo que o gerou saudável, abrigou e alimentou durante 40 semanas.

E aos aldeãos que, sem o saber, a ajudaram nesse período.

Aos aldeãos que não entendem porque o bebé foi parar à reciclagem; que não conseguem ver a situação no seu todo; que se indignaram e condenaram; e que se os deixássemos, a linchavam em praça pública.

E aos aldeãos que também não entendem, mas que sabem que este bebé é vítima de outra vítima e têm compaixão por ela, e que estão juntos e solidários nestas situações de desamparo dos "filhos da Aldeia".

Obrigado à pessoa sem-abrigo que heroicamente o salvou.

À pessoa com telefone que ligou para o 112. À equipa do INEM que o resgatou. À equipa do Hospital Dona Estefânia que o vigiou.

Ao Ministério Público e ao DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] de Lisboa.

À Procuradoria Geral da República.

À Polícia Judiciária por procurar e encontrar a progenitora.

À Comissão de Proteção de Crianças e Jovens e à Maternidade Alfredo da Costa.

Ao Presidente da República por ir cumprimentar o sem-abrigo herói.

Ao Tribunal de Instrução Criminal.

Ao Tribunal de Família e Menores de Lisboa.

Ao Estabelecimento Prisional de Tires.

Ao Instituto de Apoio à Criança (IAC).

À Agência Lusa e todos os órgãos de comunicação social.

Aos jornalistas, operadores de vídeo, aos leitores. Às redes sociais.

A todas as pessoas, vivas ou mortas, que ao longo dos últimos 876 anos, contribuíram para a criação destas entidades e instituições em Portugal.

Tem que haver um grupo de anciã(o)s da Aldeia que equilibra as instrumentalizações que os aldeãos fazem uns dos outros.

Sempre foi preciso uma Aldeia.

E sempre será.

 

Leituras Recomendadas:

24.sapo | Avos e Tios do bebe vivem em Portugal. Futuro ainda incerto

LUSA | Presidente do IAC diz que jovem sem-abrigo não quis matar

VISAO | Abrigos para bebés rejeitados

FACEBOOK | reações dos “aldeãos” à notícia do recém-nascido encontrado no lixo

FACEBOOK | reações à notícia da prisão preventiva da progenitora que pôs o recém-nascido no lixo

EL PAIS | Ciência - Mamíferos - Las hembras también cometen ‘infanticidio’

OBSERVADOR | Educação Sexual. Como se faz. O que resulta.

 

Cenas dos próximos capítulos na Aldeia?

VISAO | Era uma vez um menino - por Teresa Temudo

~o~~o~~o~

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub