Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vã Idade

Gaveta para texto típicos da idade: (va)idade, (in)genuidade, (in)felicidade, (i)maturidade e...

Gaveta para texto típicos da idade: (va)idade, (in)genuidade, (in)felicidade, (i)maturidade e...

Vã Idade

23
Dez19

E por que o Natal é festa de Família... Love U, Love U Not

Vera Tecla

Queridas Mães e queridos Pais

E por que o Natal é festa de família...convém lembrar que é na família que ocorrem as mais vis agressões a bebés e crianças, mas também a adultos e seniores. (Vão viajar com a familia, para outras familias?)

Não estou a pensar só nas agressões de ordem sexual - como bem ilustra a  notícia de hoje, com a leitura da sentença do tio e o pai/padastro pedófilos de Águeda perpetada a bebés e crianças da própria familia.

Penso também noutro tipo de agressões mais "toleradas" como espancamentos, humilhações verbais, tortura psicológica, abandono e negligência.

Palavras difíceis para: murros, pontapés, gritos, insultos, ameaças, indiferença e "uns dias gosto de ti, e outros dias não gosto".

Estou aqui para lembrar que essa situação não vai parar. Não vai melhorar.

Na realidade, só tende a piorar.

E quanto mais escondida, pior vai ficar.

Ninguém vai fazer magia por vocês e resolver tudo. Não é assim que funciona. Lamento.

Não quero empurar ninguém a fazer o que não quer ou não consegue.

Tome o seu tempo. Tomem o vosso tempo.

E assim que conseguirem, comecem a pedir ajuda e criem um plano de escape.

Às vezes, só quando reconhecemos e aceitamos que estamos numa situação inaceitável é que conseguimos dar o primeiro passo. Coragem!

E nem sempre temos ajuda ou compreensão dos nossos próprios pais. Não fique dependente disso.

É muito frequente os pais não ajudarem. E até sabotarem inicialmente.

Não gaste energia a convencer quem não a/o quer ouvir. Pois também eles vivem na fantasia da « família feliz » e não querem acreditar que ela não existe e que afinal se trata de uma « família-pesadelo ».

Ou se calhar não querem problemas para o lado deles. Quem sabe?

A vida é injusta. Já o sabemos.

Sugiro que adicione, se for o caso, os números úteis ao seu telemóvel: os de denúncia e os de desabafo anónimo.

Podem dar jeito numa crise.

Bom, e agora deixa-me cá continuar a tratar da minha família...não vá o diabo tecê-las. (não acontece só aos outros.)

Estou convosco aqui e em espírito. Tudo de bom! 

 

Os serviços da APAV são GRATUITOS e CONFIDENCIAIS.
 
  • Chamada Gratuita - 116006  -  Linha de Apoio à Vítima. Dias úteis das 09H-21H
  • SKYPE: apav_lav
  • Linha Internet Segura: 800 219 090   [Denuncia de Conteúdos Ilegais]
 

112 - é o Número Unico Europeu de Emergência da União Europeia.  A chamada para o 112 é atendida de imediato pelos centros de emergência que acionam os sistemas médico, policial e de incêndio, consoante a situação verificada.

 

Leituras recomendadas:

https://apav.pt/apav_v3/index.php/pt/

No site da APAV, na barra do lado direito, têm informação por tipo de crime:
  • [crianças e jovens vítimas de violência sexual]
  • [cibercrime]
  • [Violência Doméstica entre pessoas do mesmo sexo é crime]
  • [Levar o Stalking* a sério. *Stalking é assédio persistente]
  • etc
  • Também há apoio para Surdos (com Liguagem Gestual)

      Felizmente, há muita informação. Muito interessante.!!! 

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/criou-uma-rede-de-pedofilia-e-pornografia-infantil-a-partir-de-um-ferro-velho-em-agueda-hoje-conhece-a-sentenca

 

22
Dez19

O Natal chegou mais cedo

Vera Tecla

O meus planos para o meu dia de Natal eram especiais.

Logo pela manhã, gostaria de ir tomar um café a uma das poucas cafetarias históricas abertas nesse dia. O lucro é para dividir pelos empregados. Mas nem isso os torna mais simpáticos. Vou lá pela « normalidade »  que nos dá a sensação de tomar um café ao balcão logo de manhã. Num sítio fora da rota habitual. E uma azevia...quem sabe?

Depois retiro-me para fazer uma bela caminhada num sítio verde, bonito e perfumado. Espero que haja corredores (runners) a povoar o espaço para me sentir mais segura.

Como já não celebro o Natal e vou ficar com a casa por minha conta, ia aproveitar a tarde para fazer algumas limpezas de fundo, curtas e rápidas. Mas que me trazem dividendos e sorrisos para o próximo mês.

Ao final do dia gostaria de vir a pé desde o rio até casa e ver o que vêem os turistas: as luzes e brilhos de Natal.

Só que...fui tomar a vacina da gripe há quatro dias...

A farmacêutica até me disse: « está a tomar a vacina um pouco tarde, não é? »...

« - É verdade, mas com filhos pequenos é assim: o tempo é deles. Têm estado com gripe. Muita sorte em conseguir vir hoje.»

Suspeito que possa ter contribuído para eu estar com febre e dores no corpo desde ontem.

É sempre assim, não é?

Fazemos planos e depois... a vida acontece...

De modo que agora, com a casa já vazia,  eu, a minha gripe e o meu chá de limão 🍋  vamos ver um filme infantil, « Bailarina » 👏 👏 , como mote de preparação para festejar o Ano Novo a bailar e já sem gripe.

Eu sei que há pessoas que têm pena dos meus planos para passar sozinha a quadra natalícia.

Mas somos todos diferentes e queremos coisas diferentes, em diferentes momentos da nossa vida.

Para mim, neste momento, ter tempo e liberdade para fazer as coisas ao meu ritmo traz-me Paz. E esse é o meu grande Luxo de Natal.

Não é para todos! 

Que o digam os meninos Sírios e Afegãos do campo de refugiados de Lesbos... como é aquilo se vai resolver não sei... já era assim há um ano atrás e só piorou.

 

Leituras sugeridas:

Bailarina (2017) | aventura, comédia musical

A Bailarina | Trailer Oficial (pt-br)

(disclaimer: « nunca desista dos seus sonhos » A vida mostra que às vezes é MUITO saudável desistir dos nossos sonhos, mas não é isso que gostamos de ouvir e nem é isso que vende filmes  ;-)  )

SNS 24 - A vacina pode provocar a gripe?

« Não. A vacina contra a gripe não contém vírus vivos, pelo que não pode provocar a doença. O que pode suceder é as pessoas vacinadas poderem contrair outras infeções respiratórias virais e para as quais não há vacina. »

BBC NEWS | 17 Dec 2019 - vídeos - Lesbos migrant camp children 'say they want to die'

PÚBLICO | 09 Jan 2019 por João Ruela Ribeiro: «O campo na ilha de Lesbos está sobrelotado com cinco mil pessoas a viver num clima de insegurança constante. Há mulheres que preferem dormir com fraldas do que arriscar uma ida à casa de banho de noite.«

09
Dez19

Homem-Bicho e Mulher-Objeto...

Vera Tecla

5AADC76C-B5F8-4D31-AD14-AAEFA3A57048.jpeg

fonte: aljazeera

Encontro-me num ponto de escolha.

Não sei o que farei...

Na minha etapa anterior percebi que muitos homens instrumentalizam mulheres e as convertem em mulheres-objeto

Outras mulheres, pelos seus percursos e sua natureza, terão outras opções.

Mas no meu caso pessoal, eu só vejo uma saída: sinto-me a ser empurrada para o caminho das mulheres que odeiam o bicho homem.

Eu não quero ir por aí.

Só que não está a ser fácil. Acabo de ver a noticia do SAPO:  

Exército japonês pediu uma escrava sexual para cada 70 soldados durante II Guerra Mundial

E digo "ver" porque não consigo ler mais do que o título e as primeiras linhas.

Fico logo sem energia. Quero continuar a ler mas não consigo.

Acho que há um desmaio interior. Falham-me as pernas do espírito.

Nestas alturas tenho pena de não ser homossexual. Muita pena mesmo.

Associava os japoneses à honra, às coisas sublimes, à retidão. Sai-me um "pelo menos pediram...outros nem isso".

“Que disparate, Vera!  Estás na fase de negociação, é? Não é negociável!”

Enfim...Sei que não estou sozinha nisto. Outras mulheres antes de mim já estiveram aqui. Neste ponto de escolha.

Que caminho terão escolhido?

Eu luto por manter viva na minha memória as histórias de homens de H grande.

Luto por encontra-los, vivos ou mortos, para não me esquecer de que também existem Homens com coração. Homens que são mais do que meras... pilas-ambulantes

(desculpem o termo...) envergonhada.JPG

 

 

Leitura sugerida:

VISAO | Entrevista Isabel Ventura: “Não vamos infantilizar homens e mulheres, achando que os homens, coitados, não percebem a diferença entre assédio e sedução”

05
Dez19

O estilo de Marcelo

Vera Tecla

Marcelo Rebelo de Sousa pela lente de Nuno Andre Ferreira - 2017.JPG

Creditos: fotojornalista Nuno André Ferreira  (EFE)

Se forem como eu, entre os 20 e os 30 anos, tentaram ler toda a  Constituição Portuguesa  mas perderam-se. E adiaram a tarefa para o ano seguinte.

Agora está mais fácil, podem ler a Constituição da República Portuguesa aqui.

Nessa idade ainda pensava que o « meu papel » na sociedade era retribuir e que seriamos muitos a querer fazer a diferença para o bem comum.

Não é bem assim...

O que gosto no estilo de Marcelo Rebelo de Sousa não é o sorriso inteligente e o ar desempoeirado. Essa é uma defesa dele.

Não é a habilidade com que gere as relações sociais. Nem o seu à vontade com as câmaras e com os jornalistas.

O que eu gosto é mesmo do estilo de Presidência: itinerante, omnipresente, sensível e hands-on.

Não se fica pelo escritório e pelos restaurantes de luxo.

Não fica só a estudar as “pastas”. Vai até lá conhecê-las.

Não votei nele. 

Havia outros candidatos de valor e de peso.

Não votei em ninguém.

Mas sabia que ia ganhar.

Não era preciso campanha. Essa foi feita semanalmente, durante anos, como comentador na televisão. Não acompanhei.

Mas tenho gostado de o ver. No memorável aperto de mão ao Sr. Trump.

A traçar limites às tentativas de abuso no uso da imagem do Presidente da República nas campanhas eleitorais deste verão.

Tenho orgulho no Presidente de Portugal.

É de facto um grande Português entre os Portugueses.

Terá dito ao Público: “Acho que é preferível ver a contarem-me. (...). Era importante ter a notícia exacta no lugar onde aquilo tinha acontecido”, disse.

O país era outro se os nossos gestores, públicos e privados, fossem mais como Marcelo.

 

Leituras:

“O Presidente da República representa a República Portuguesa, garante a independência nacional, a unidade do Estado e o regular funcionamento das instituições democráticas e é, por inerência, Comandante Supremo das Forças Armadas." , in 

Diário da República Electrónico - Constituição (versão consolidada)

 

Publico | 2019/01/22 Marcelo incidentes violentos: “É errada visão que generalize. São casos específicos.”

 

Observador | 2017 Revista Time destaca fotografia de Marcelo Rebelo de Sousa/,  20 out 2017 (ano incêndios em Pedrogão Grande).

 

Agora vejam os 8 comentários a esta fotogaleria do “El Pais”:

https://elpais.com/elpais/2017/10/19/album/1508442697_445327.html#foto_gal_3

 

Observador | vídeo Aperto de mão de Marcelo a Trump

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub